Página Principal > Damianovic


Maria Cristina Damianovic é professora na graduação em Letras e na pós-graduação em Letras e Linguística na Universidade Federal de Pernambuco.

É Doutora em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, pelo LAEL-PUC/SP.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3959317424653926



Coordena o grupo de trabalho e pesquisa LIGUE: Linguagem, Línguas, Educação e Escola voltado ao desenvolvimento da formação do educador de línguas para a atuação argumentativamente organizada visando uma cidadania desejável, inclusiva, ética e democrática na comunidade escolar.

LIGUE estuda o papel da linguagem na organização argumentativa crítico, colaborativa e criativa em atividades da escola, entendida como uma zona de ação, na qual o sujeito coletivo encontra possibilidades para a criação de novos significados para atuar por uma educação pré-requisito e produto nas atividades sócio, histórico, culturais.

Além disso, também coordena o Programa de Formação LIFE: Literature for Life.

LIFE aims at encouraging the structing of transformative projects which integrate Literature and Applied Linguistics for life choices building. LIFE goals at developing people´s interdependence to enrich and energize research environment and communities of practice to reposition human beings at different levels of citizenship action in Brazil."

LIFE expects to develop a strong network among university, elementary and highschool professors, teachers, students and school community, specially in public schools, in order to incentivate deeply committed people to promote choices for life by intensively collectively producing knowledge for peace building choices among the involved ones.


Organizadora de:

  • Material Didático: elaboração e avaliação (2007);
  • O português dentro de uma visão crítica (2006);
  • Antologia em prosa e verso: palavras de alunos de Letras (2005).

Co-organizadora de:

  • Argumentação na Escola: O Conhecimento em Construção (Leitão e Damianovic, no prelo);
  • O Ensino de Línguas: Concepções e Práticas Universitárias (Moura, Damianovic e Leal, 2010) e
  • Vygotsky: uma revisita no início do século XXI (Schettini, Damianovic, Hawi e Szundy, 2009).